« Voltar para página de notícias

Boi gordo: oferta limitada x demanda amena

Em São Paulo, o mercado do boi gordo ficou estável na última terça-feira (10/3). Em média, as programações de abate atendem quatro dias. No estado, nos últimos trinta dias, a cotação do boi subiu 1,5%, ou R$3,00/@. Entretanto, no mesmo período a cotação da carne com osso caiu 3,9%, considerando o boi casado de bovinos castrados. A dificuldade em escoar a produção mantém o mercado equilibrado.

Em algumas regiões, como no norte do Tocantins, por exemplo, a oferta de boiadas está suficiente para atender a demanda. Com isso, os compradores abriram as compras com ofertas relativamente menores em relação ao dia anterior.

Das trinta e duas praças monitoradas pela Scot Consultoria, o preço do boi subiu em seis e caiu em seis regiões, ficando estável nas demais no dia 10/3. A oferta de boiadas não está abundante, porém, com a demanda contida, a expectativa é de estabilidade.

Fonte: Scot Consultoria

COTAÇÕES
  • BOI R$ 172,05
  • MILHO R$ 58,31
  • SOJA R$ 94,46
  • VACA R$ 162,31
  • Referentes ao dia : 18/03/20
    Campo Grande Cotação da @ à vista

REVISTA
CANAL DO PRODUTOR




PARCEIROS