« Voltar para página de notícias

Altas de preços no mercado do boi gordo

Em São Paulo, as indústrias frigoríficas iniciaram a última quarta-feira (21/10) pagando mais pela arroba do boi gordo. O pequeno volume de animais ofertados foi o fator que estimulou negócios em até R$270,00/@, preço bruto e à vista no boi padrão China. Para o boi destinado ao mercado interno, negócios em R$266,00/@, também nas mesmas condições, se tornaram referência. As cotações da vaca e a da novilha gorda para abate também subiram nas praças paulistas e estão, respectivamente, R$3,00/@ e R$4,00/@ maiores na comparação feita dia a dia, sendo apregoadas em R$253,00/@ e R$255,00/@, nesta ordem. Em Paragominas-PA, a oferta restrita de animais para abate refletiu em alta nos preços na comparação diária. A arroba do boi gordo ficou cotada em R$263,00/@, preço bruto e à vista, reajuste diário de R$3,00/@ ou 1,2%. Para as fêmeas a alta foi de 0,8%, ou R$2,00/@, tanto para vaca quanto para novilhas.

Fonte: Scot Consultoria

COTAÇÕES
  • BOI R$ 240,00
  • VACA R$ 235,00
  • MILHO R$ 76,34
  • SOJA R$ 157,34
  • Referentes ao dia : 03/12/20
    Cotação da @ praça Campo Grande

REVISTA
CANAL DO PRODUTOR




PARCEIROS