« Voltar para página de notícias

Receio dos compradores trava o mercado de reposição

A qualidade das pastagens é um dos fatores que interfere diretamente na decisão do recriador e invernista em comprar ou não bovinos de reposição.  Estamos no período do ano em que as pastagens apresentam seus maiores índices de qualidade, e consequentemente, aumenta-se a capacidade de suporte dos pastos, o que gera tendência de aumento na demanda no mercado de reposição. 

Entretanto, isso não está ocorrendo, pois com a arroba do boi gordo sem firmeza, há receio dos compradores em investir na reposição e os negócios esfriam. Esse cenário travado é recorrente na maioria das praças pesquisadas pela Scot Consultoria, e isso fica evidenciado no balanço semanal das cotações. 

Nos últimos sete dias, considerando a média de todas as categorias de machos e fêmeas anelorados pesquisadas pela Scot Consultoria, os preços fecharam em alta de 0,1%, ou seja, praticamente estáveis. 

Vale destacar que exceções acontecem. É o caso de Mato Grosso, onde o mercado começa a se aquecer e as cotações registraram alta semanal em todas as categorias de machos anelorados. Para o curto prazo fica a expectativa da chegada, cada vez maior, de bezerros desmamados ao mercado e também a demanda por categorias mais eradas para atender os confinamentos.

Fonte: Scot Consultoria

COTAÇÕES
  • BOI R$ 143,55
  • SOJA R$ 80,93
  • MILHO R$ 37,96
  • VACA R$ 136,31
  • Referentes ao dia : 18/12/18
    Campo Grande Cotação da @ à vista

INFORMATIVO
CANAL DO PRODUTOR




PARCEIROS