« Voltar para página de notícias

Preços dos animais de reposição subiram 0,3% em uma semana

Já são quatro semanas de alta no mercado de reposição. Na última semana, porém, o compasso do mercado foi mais lento. Na média de todos os estados e, considerando as categorias aneloradas, a variação nos preços foi de 0,3%.

Em São Paulo, os vendedores estão mais dispostos a negociar, pois os pastos mais secos têm prejudicado a retenção do gado de reposição. Aqueles criadores que não prepararam uma estratégia de suplementação correm o risco de que os animais percam qualidade, o que pode influenciar nos preços recebidos, portanto, há menor resistência neste elo.

Porém, a mesma falta de capacidade de suporte das pastagens é o fator que também afasta os compradores nos negócios. E, somado a isso, há o baixo poder de compra em função da lenta recuperação no mercado do boi gordo.    Em São Paulo, com a virada de mês se aproximando e a necessidade de compra das indústrias aumentando, é provável que a reposição ganhe uma liquidez mais consistente na próxima semana.

Fonte: Scot Consultoria

COTAÇÕES
  • BOI R$ 145,81
  • MILHO R$ 37,08
  • VACA R$ 135,11
  • SOJA R$ 88,58
  • Referentes ao dia : 30/08/19
    Campo Grande Cotação da @ à vista

REVISTA
CANAL DO PRODUTOR




PARCEIROS