« Voltar para página de notícias

Oferta restrita e alta nos preços no mercado do boi gordo

No Noroeste paranaense, as más condições das pastagens de inverno contribuíram com o cenário de escassez de boiadas e escalas apertadas, que resultaram em alta de 2,2% no preço do boi gordo ou R$5,00/@ na última quarta-feira na comparação com a última terça-feira (8/9). Segundo levantamento da Scot Consultoria, na região, a cotação da arroba do boi gordo ficou em R$240,00, considerando o preço bruto, à vista, R$239,50/@, com desconto do Senar, e R$236,50/@ com desconto do Funrural e Senar.

No Tocantins, o quadro é o mesmo, de pouca oferta de gado para abate. Com isso, a cotação da arroba do boi gordo subiu R$2,00, ou 0,9%, no comparativo diário, e está em R$240,00/@ e R$238,00/@, bruto e à vista, nas regiões Norte e Sul, respectivamente. Em São Paulo, a cotação da arroba do boi gordo ficou estável na comparação feita dia a dia em R$240,00/@, à vista e bruto, R$239,50/@ com desconto do Senar e R$236,50/@ livre de Senar e Funrural, para o “boi comum”.

 

Fonte: Scot Consultoria

COTAÇÕES
  • BOI R$ 242,67
  • MILHO R$ 58,38
  • SOJA R$ 139,06
  • VACA R$229,85
  • Referentes ao dia : 18/09/20
    Campo Grande Cotação da @ à vista

REVISTA
CANAL DO PRODUTOR




PARCEIROS