« Voltar para página de notícias

Mercado: Receitas no valor exportado de carne bovina tiveram aumento de 5%

Informações divulgadas pela Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) apontaram que as exportações totais de carne bovina acumularam boa margem de crescimento em 2019, passando de 1 milhão 166 mil toneladas até setembro de 2018, para 1 milhão 285 toneladas movimentadas até setembro deste ano, um crescimento de 10%. Os dados foram baseados na Secretaria de Comércio Exterior (Secex) e mostraram que as receitas no valor exportado em 2018 atingiram US$ 4,7 bilhões, enquanto em 2019 alcançaram US$ 4,9 bilhões, aumento de 5%. Porém, no comparativo com o mês de setembro de 2018, as exportações de carne bovina apresentaram 145.338 toneladas exportadas neste ano contra 178.489 toneladas no mesmo mês do ano passado, queda de 19%.

Segundo a Abrafrigo, o reflexo das habilitações dos novos frigorificos nas vendas para a China ainda não ocorreu, o que explica a redução do volume exportado no mês passado. Até setembro, as exportações para o continente fora de 227.647 toneladas em 2018 para 253.150 toneladas em 2019, aumento de 11,2%. Entretanto, para a China houve redução de importação, com 11.538 toneladas a menos do que em 2018. Por outro lado, os problemas enfrentados com a peste suína africana refletiram nos preços pagos pela carne bovina brasileira, com a média de valores para carne bovina in natura 1,6% maior que a média de agosto e 7,4% maior que a de setembro de 2018. O maior preço recebido por tonelada em toda série histórica. A expectativa para a Abrafrigo é que as exportações cresçam ao redor de 6% em 2019.

Com informações da Abrafrigo

COTAÇÕES
  • BOI R$ 155,40
  • MILHO R$ 42,05
  • VACA R$ 144,76
  • SOJA R$ 90,00
  • Referentes ao dia : 18/10/19
    Campo Grande Cotação da @ à vista

REVISTA
CANAL DO PRODUTOR




PARCEIROS