« Voltar para página de notícias

Importação chinesa de carne cresce 67% em julho ante julho de 2018

País asiático importou 152.213 toneladas de carne bovina em julho, alta de 82,9% na comparação anual

As importações chinesas de carnes e miúdos totalizaram 560.995 toneladas em julho deste ano, volume 67% maior que o adquirido em igual mês do ano anterior, informou no domingo, 25, o Departamento de Alfândegas da China.

A despesa com a importação do produto aumentou 87,7%, atingindo US$ 1,715 bilhão no mês de julho. No acumulado do ano, o país asiático importou 3,297 milhões de toneladas.

As importações de carne suína foram as que registraram maior alta. Em julho deste ano, a China adquiriu 182.227 toneladas, volume 106,7% superior ao comprado no mesmo mês do ano passado. No acumulado do ano, o país asiático comprou 1 milhão de toneladas de carne suína.

De carne bovina, o país asiático importou 152.213 toneladas em julho, alta de 82,9% na comparação anual. De janeiro a julho deste ano, já foram adquiridas 849.741 toneladas da commodity pela China.

As compras de carne frango e miúdos de frango congelados cresceram 39,1%, para 68.221 toneladas em julho deste ano. No acumulado do ano, a China comprou 416.669 toneladas do produto.

De carne de cordeiro, o país adquiriu 27.470 toneladas em julho, 2% a menos que no mesmo mês do ano passado. No acumulado do ano, a China importou 242.841 toneladas da proteína.

O aumento das importações chinesas de carnes ocorre em meio à crise que o país enfrenta na procura de alternativas para o suprimento de proteína animal, como consequência do avanço da peste suína africana (ASF, na sigla em inglês) sobre o seu rebanho.

Fonte: Estadão Conteúdo

COTAÇÕES
  • BOI R$ 145,81
  • MILHO R$ 37,08
  • VACA R$ 135,11
  • SOJA R$ 88,58
  • Referentes ao dia : 30/08/19
    Campo Grande Cotação da @ à vista

REVISTA
CANAL DO PRODUTOR




PARCEIROS